Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livros para adiar o fim do mundo

Um cantinho para "falar" de livros, para trocar ideias, para descobrir o próximo livro a ler.

Um cantinho para "falar" de livros, para trocar ideias, para descobrir o próximo livro a ler.

Livros para adiar o fim do mundo

27
Fev20

#10/2020 - Britt- Marie Esteve Aqui [e ainda bem], FredrikBackman

livrosparaadiarofimdomundo

Wook.pt - Britt-Marie esteve aqui

Editora: PortoEditora

Género: romance

Páginas: 299

Para Guardar:

"São precisos anos para conhecer um ser humano. Uma vida inteira. É isso que torna uma casa num lar";

"Não sou o tipo de pessoa que salta";

"O que é o amor, se não é amar aqueles que amamos, mesmo quando não o merecem".

 

Conheci a Britt- Marie através da sinopse do livro e as suas características obsessivo-compulsivas atrairam-me desde logo. Lembram-se de um filme com o Jack Nicholson e a Helen Hunt, Melhor é impossível [recomendo muito], em que a personagem de Nicholson era assim também? Agarrado às suas rotinas diárias e qualquer desvio o deixava transtornado. Pois bem, Britt-Marie é desse género.

Uma dona de casa, esposa exemplar, a viver em função das necessidades do seu marido vê-se, de repente, atirada para fora da sua zona de conforto - o seu apartamento, a sua cozinha, o seu lava-louça, o seu quarto, imaculadamente limpos e organizados - por força das circunstâncias. É preciso reaprender a viver, mas não é um processo fácil, porque Britt- Marie é muito pouco flexível. Faz lembrar também o Sheldon de A Teoria de Big Bang pelo facto de ser muito direta e absolutamente sincera em tudo o que diz. O seu mantra poderia traduzir-se em qualquer coisa como "perfeitamente adequado". A adequação da linguagem, dos gestos, da entoação, da forma de vestir, de caminhar, de estar, pautua a sua vida e a impressão que colhe dos outros. Britt- Marie, a dada altura do romance, define-se como não sendo uma pessoa que não salta, ou seja, nunca arrisca. A verdade é que essa atitude vai sendo clarificada ao longo do livro, afinal ela teve de se proteger e de se defender da forma como a vida e as pessoas a trataram para não arriscar, estreitando cada vez mais o seu raio de ação.

No entanto, a ação leva Britt-Marie para um cenário improvável, com pessoas não muito adequadas que a vão conduzir a descobertas muito interessantes e a uma metamorfose que modificará não só esta personagem, como também todos aqueles que com ela contactam e que, graças ao facto de serem disruptivos, conseguem entrever a verdadeira natureza de Britt- Marie.

Outros ingredientes desta história que a tornam invulgar: uma ratazana, uma equipa de futebol, um centro recreativo. Mas o que mais se destaca é a forma como o discurso do livro está "perfeitamente adequado" às características da própria Britt- Marie. Se ela saísse do livro e se sentasse connosco na sala, seria assim que se expressaria, de forma perfeitamente adequada às circunstâncias, mas, dada a sua inabilidade social, seria muito provável que fôssemos das gargalhadas à perplexidade devido ao inesperado das suas observações. Quanto ao futebol, metáfora e leitmotiv, traço distintivo das personagens, nunca me pareceu um desporto tão interessante como nestas páginas.

Em suma: quer uma leitura agradável, surpreendente, divertida, doce, enternecedora, comovente, que dispõe bem? Gosta de ir das lágrimas ao riso sem transição? Aprecia personagens literárias que parecem pessoas e a quem julga conhecer e a quem se sente tentado a tratar por tu? Assim quase um antidepressivo natural? Vá ler Britt-Marie esteve aqui. Será como o melhoral, faz mais bem que mal.

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub