Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Livros para adiar o fim do mundo

Um cantinho para "falar" de livros, para trocar ideias, para descobrir o próximo livro a ler.

Um cantinho para "falar" de livros, para trocar ideias, para descobrir o próximo livro a ler.

Livros para adiar o fim do mundo

22
Ago21

#21/2021: Antes que o café arrefeça - podia ser mais.

livrosparaadiarofimdomundo

Wook.pt - Antes que o Café Arrefeça

Editorial Presença

184 páginas

Um dos prazeres da vida é, antes das férias, ir à livraria comprar livros. Lembram-se da birra do outro dia? Não devem lembrar-se que têm mais do que fazer do que prestar atenção ao que eu escrevo. Mas, enfim, a verdade é que em véspera de viajar ainda fui à livraria e comprei umas coisinhas, nada daquilo que me parecia querer. Como este ano, arrisquei outra vez a vida a viajar de avião, pensei que precisava de um policial para conseguir suportar a viagem, ou livros fáceis, ou qualquer coisa que eu pegasse e não conseguisse largar. Depois, tomei uns comprimidos e vim amodorrada e não li nada. Mas na bagagem de toda a gente da família vieram livros (cinco para ser mais precisa)já que tenho horror a que eles me faltem. 

Um que veio comigo foi este e, assim que o li, tornou-se em mais uma preciosa lição de vida: Manuela Lourenço não se comprar livros que diz que são fenómenos e que tda a gente leu! Não vás atrás dessas euforias. Mas eu fui... e arrependi-me um bocadinho.

O livro é light, mas tem, para mim, o mesmo defeito que sempre encontrei na série A Guerra dos Tronos e que é eu sentir-me manipulada, ou que o autor nã se esforçou muito, ou que é tudo tão previsível, ou que é fácil, porque se pega em temas que o são: um casal separado pela doença, uma mãe e uma filha separadas pela morte, duas irmãs e também a morte... Antes disto, já o Nicholas Sparks tinha esgotado este filão. Logo, fiquei assim a modos que "dinheiro tão aml empregue".

Vamos lá ver uma coisa: há momentos no livro que são bem conseguidos, há ideias bonitas, há referências interessantes. Há, sobretudo o aroma do café. É isso, nesse aspeto o livro é muito sensorial e a figuração do espaço é também enigmática. Quase a mesma sugestãoq ue havia nos livros da Enyd Blyton quando descrevia os lanches dos cinco. Mas é pouco paraum livro. É muito pouco.

Agora não me batam muito, já sabem aquilo que eu defendo sempre, livros não são evangelhos e nem todos professamos a mesma religião. Se alguém tiver lido e quiser vir discordar comigo, eu agradeço, pode sempre ter-me escapada alguma coisa e hoje decerto não foi a veia caústica, porque estou de férias.

Amanhã, venho aqui falar-vos de outro, que podia ser um bocadinho menos...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub