Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livros para adiar o fim do mundo

Um cantinho para "falar" de livros, para trocar ideias, para descobrir o próximo livro a ler.

Um cantinho para "falar" de livros, para trocar ideias, para descobrir o próximo livro a ler.

Livros para adiar o fim do mundo

23
Mar20

O amor nos tempos de cólera, Gabriel García Márquez

livrosparaadiarofimdomundo

Wook.pt - O Amor nos Tempos de Cólera

Editora: Dom Quixote

Páginas: 397

Declaração de interesses: eu amo a escrita de Gabriel García Márquez. Tudo. Tudo. Li dele tudo o que foi publicado em língua portuguesa e nunc ame arrependi e nunca me cansei. É por causa de García Márquez que não amei Isabel Allende. Quem leu, primeiro, Cem Anos de Solidão, quem contacta com o fôlego das frases do mágico, não pode deixar de considerar A casa dos Espíritos um arremedeo. Desculpem, foi isto que ue senti e li muita coisa de Allende, muita mesmo.

Lembrei-me deste livro (note to self, a reler) a propósito dos tempos estranhos que vivemos. Sem querer estragar-vos a surpresa da leitura, há no final do livro uma situação em que a vida imita a literatura e, nessa imitação, oferece-nos uma visão dos tempos de cólera como tempos de amor.

É isso que recordo do livro. O isoalmento, a impossibilidade, o confinamento, como uma trégua da vida, como uma nuvem onde alguém se encerra para viver o amor, finalmente o amor.

Vale a pena ler o livro. Precisamos de lições, de pedagogia para superarmos esta realidade que, numa imagem brutal, o primeiro Ministro hoje metaforizou em tsunami... e a onda ainda está a crescer. Vale a pena estudar a resiliência.

Depois, é Gabrel García Márquez, quase podia ter só colocado a imagem do livro. 

3 comentários

  • Sim, gostei. Foi mesmo o primeiro livro que li dele. No entanto, li-o com 18 anos... já lá vai muito tempo. Creio que temos mesmo de voltar aos lugares onde fomos felizes. O que me seduz na sua escrita, sem ser cliché, é mesmo o realismo mágico. É isso que me deslumbra.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 24.03.2020

    Obrigado por me responder.
    A Senhora ainda se lembra do enredo desse livro ? Diz que leu essa obra há muitos anos, eu li-a há bem pouco tempo. Tenho muito bem presente o seu conteúdo, mas precisava de saber, primeiramente, a sua opinião, para confrontar-mos ideias, depois irá perceber porquê.
    Cumprts. fl
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2015
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2014
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub