Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livros para adiar o fim do mundo

Um cantinho para "falar" de livros, para trocar ideias, para descobrir o próximo livro a ler.

Um cantinho para "falar" de livros, para trocar ideias, para descobrir o próximo livro a ler.

Livros para adiar o fim do mundo

26
Mai21

O insólito aconteceu: Zoran Zivkovic esteve no nosso clube de leitura

livrosparaadiarofimdomundo

Comecemos pela parte programática deste acontecimento: no dia 25 de maio, numa sessão do clube de leitura da escola onde trabalho - clube de grande informalidade, mas que vai crescendo aos poucos, talvez por essa mesma informalidade - esteve presente (a distância) o escritor Zoran Zivkovc, ligado a partir de Belgrado, para nos falar da sua obra e, muito em especial, de O Livro, que foi a obra lida para esta sessão. O encontro foi falado em inglês, essa língua franca do século XXI e contou com o contributo inestimável das colegas de Inglês, que nos salvou a todos os outros de fazermos figuras tristes. Foi uma sessão participada, enriquecedora, fascinante mesmo. Como é que aconteceu? Como é que um clube amador, anónimo, quase caseiro, conseguiu a participação deste autor? Graças a um comentário que Zoran, ele mesmo, deixou a propósito de um post aqui no blog e graças a uma certa "lata" de que, às vezes, sou capaz, para não deixar escapar as oportunidades: eu peguntei se ele aceitaria e Zoran disse que sim. 

Despachada que está a nota quase jornalística, tentarei dar conta de tudo o resto, o que não mensurável, objetivável, mas que deixa a tal cicatriz de que já falei: os livros e, como alguém me disse, também as pessoas deixam-nos por vezes cicatrizes e ontem ganhei (ganhamos) uma bem pronunciada. Falemos das coisas bonitas, memoráveis:

1. A generosidade, a simpatia, a humanidade, a genuína disponibilidade para estar connosco, respondendo às nossas perguntas com uma paciência infinita, e foram muitas as perguntas.

2. Os episódios marcantes de uma vida dedicada à escrita, como o facto de ter escrito dois ensaios sobre Dostoievski, e de ter sido por causa disso a única vez que escreveu nas margens de um livro; ou a de um menino autista que, numa escola dos EUA, a propósito da leitura de um excerto de um conto deste autor, retirado da obra Cinco Notas Musicais, ter falado para agradecer, era uma criança que não falava. Para Zoran, este foi o topo da sua carreira literária. De facto, os livros deixam cicatrizes.

3. O facto de Zoran nos ter mostrado os livros de Saramago que tinha na sua estante, vários deles, admirador também do nosso prémio Nobel, mas revelador também de uma cultura literária vastíssima, de uma curiosidade e de uma atenção que, decerto, explicam alguns traços insólitos da sua escrita.

4. A revelação de que escreve no teclado apenas com os dois dedos indicadores, em especial o direito (espero que seja este), de tal forma que há uma diferença na morfologia dos dois dedos.

5. Outra revelação, a de que escreve sem plano, apenas ouvindo as palavras que a sua mente lhe dita, sofrendo de pressa para escrever, mas ao mesmo tempo sofrendo de uma certa orfandade quando um livro termina.

6. O exemplo de resiliência, de superação, de (para mim) heroísmo, já que escreveu O Livro sob um cenário de guerra, de caos e de destruição, ouvindo os bombardeamentos na sua cidade, no ano de 1999. Sublinhe-se que esta obra é profundamente cómica, irónica e, por vezes sarcástica. Se isto não é uma lição de vida e de otimismo, não sei onde mais as haveremos de colher.

7. O amor aos livros, traduzido numa fidelidade ao formato papel, como objeto sensual quase, em detrimento dessa aberração que é o ebook, explicado desta forma: pode ir-se para a cama com m livro em papel, mas ir com um ebook parece quase uma perversão. O amor aos livros expresso numa preocupação quanto ao futuro, que será dosmeus livros, quando eu já não for?

8. O insólito de ter um dos seu livros pirateado no Iraque e dele haver inúmeras referências na aplicação Good Readers. 

9. A sala do autor, uma estante belíssima, uma janela aberta, uma organização meticulosa, um espaço de estudo e criativade e um espaço onde zoran Zivkovic continua a dar as suas aulas de escrita criativa, para as quais tem o seu método e, já agora, convidou-nos a assistir a uma dessas sessões.

10. O pedido para nos mantermos em contacto, para não deixarmos de o contactar. A promessa de visitar Alcobaça no momento em que regressar a Portugal. A promessa de nos enviar livros como oferta.

11. A pergunta "Are you happy, Manuela?"  e como estava feliz, mas mais do que isso, tocada, sem palavras, comovida, deliciada, fascinada. Zoran Zivkovic é um escritor de grande qualidade, mas, de certeza, que isso está relacionado com o facto de ser uma pessoa ímpar, fascinante e, acima de tudo, de uma generosidade como poucas vezes conhecemos.

12. A revelação de que terminou o seu último livro e que conta venha a ser o último que escreve - esperemos que não, que este espírito é demasiado inquieto para isso.

13. Uma coisa triste: Zoran Zivkovic não tem, presentemente, editor português...

Obrigada, Zoran (já sei que o posso tratar assim), tudo o que escrevi expressa mal a gratidão e o maravilhamento que sinto.

 

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub