Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Livros para adiar o fim do mundo

Um cantinho para "falar" de livros, para trocar ideias, para descobrir o próximo livro a ler.

Um cantinho para "falar" de livros, para trocar ideias, para descobrir o próximo livro a ler.

Livros para adiar o fim do mundo

23
Jul20

Post sem livros lá dentro #4

livrosparaadiarofimdomundo

Sou uma pessoa de bloqueios. Quando desenvolvo um, nunca mais me livro dele.

Há sítios onde deixei de ir, casas onde não entro, a menos que tenha de salvar alguém e mesmo assim... Hoje apetecia-me pizza para o jantar, mas, como não estavam reunidas as condições para conduzir até à pizzaria e esperar no carro enquanto uma das crias ia buscar a pizza, comi sopa de peixe que havia em casa. Não consigo ir buscar pizza, acho logo que o esforço é demasiado. Não sei.

Serve esta introdução para dizer que não vinha ao meu blog há muito tempo e fui percebendo que isto corria o risco de ser um bloqueio dos meus, depois abandonava isto e, de cada vez que visse a palavra blog a cruzar-se comigo, sentiria um aperto no coração, outro no estômago, porque teria consciência de que tinha deixado alguma coisa para trás.

Hoje vim aqui. Escrevi estes pensamentos soltos, regressei a mim, ao gosto de escrever e vou pensando nos gestos. As teclas são suaves, deixo as palavras fluirem da mente para as pontas dos dedos. Vou divagando. Penso nas plantas e imediatamente me vem à memória - como as madalenas do proust - os versos de Ricardo Reis: "Segue o teu destino,/Rega as tuas plantas,/Ama as tuas rosas./O resto é a sombra/De árvores alheias./A realidade/Sempre é mais ou menos/Do que nós queremos./Só nós somos sempre/Iguais a nós-próprios. O que eu gosto destes versos, o que eles me inspiram da placidez de Reis, da mediocritas clássica. É um anseio, um sonho, abdicar e ser rei de mim mesma. Como é que isso se faz? Como é que nos deixamos ir, tratando tudo como "a sombra de árvores alheias".

E penso nisto, na lição de Reis, e desce sobre mim essa calma e penso que podia desenvolver um bloqueio às resposabilidades que me esmagam, ao trabalho, à dificuldade em respirar normalmente.

Vou procurando nichos nos dias: bebo o café à janela aberta, sinto a frescura da manhã e contemplo as plantas. Hoje o hibisco tinha uma flor exuberante, à noite quando regressei aquela florescência tinha mirrado. Efémera, breve, frágil. Que lição de vida! Quando conduzo, embedo-me da luz destas manhãs de verão. Gosto do verão, por causa da luz, do ar, do contraste entre o calor e a frescura. Sento-me lá fora enquanto o dia cai e escuto os pássaros doidos a cantar e a acomodarem-se nas tileiras. Os cães ladram doidos por não os poderem alcançar e tenho um daqueles momentos em que sinto que a vida está "arrumada", tudo encaixa e enfim repousa/repouso. Bebo o chá, preto, forte, à inglesa, com uma nuvem de leite, mesmo nos dias quentes devolve-me alguma coisa beber aquele chá.

Coitado de quem hoje cair na asneira de me ler. Só espero que não crie um bloqueio, já eu, quebrei um. 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub